LOADING

Type to search

Hu Jintao chega ao Brasil, em abril, e com ele novos investimentos chineses para o país

Share

O Presidente chinês, Hu Jintao, chegará ao Brasil no dia 15 de abril e permanecerá no país por dois dias. Sua visita é muito esperada, uma vez que na mesma semana será realizado o segundo encontro do grupo BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China).

Além da chegada do Presidente chinês, o Brasil está aguardado os investimentos chineses, que prometem dar um salto nas negociações e se tornar um marco histórico nas relações bilaterais Brasil-China.

Durante a visita de Jintao, a empresa LLX e a estatal chinesa Wisco (Wuhan Iron and Steel Corporation) poderão assinar um contrato para a construção de uma siderúrgica na cidade de Porto do Açu (Rio de Janeiro), tornando-se o maior investimento chinês no setor siderúrgico fora da China.

A Sinopec e a Petrobrás já estão debatendo uma parceria para a exploração conjunta de petróleo em território brasileiro. Atualmente, a empresa chinesa possui 20% da participação em dois poços da Petrobrás no Pará. Ademais, a Petrobrás está negociando um novo empréstimo estimado em US$ 10 bilhões com o “Banco de Desenvolvimento da China” (BDC).

A preocupação chinesa com a segurança energética poderá ser a fonte de grandes investimentos no Brasil. Após a descoberta da camada pré-sal, foi iniciado um novo capítulo na exploração do petróleo, criando uma fonte potencial de fornecimento à China. “O setor de petróleo levará ao surgimento de nova geração de projetos de investimentos chineses no Brasil“, afirmou o embaixador do Brasil na China, Clodoaldo Hugueney.

Não há dúvidas de que o ano de 2010 será marcado por contratos e negociações milionárias entre os dois Estados, abrindo novas portas para o empresariado brasileiro negociar com empresas chinesas.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!