LOADING

Type to search

Hugo Chávez realiza negociações com China que lhes garantirá força para manter suas ações políticas

Share

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez conseguiu nas duas últimas semanas realizar negociações que lhes trouxeram recursos financeiros, força e capacidade para resistir às ações da oposição em seu país.

Da China o mandatário venezuelano receberá U$ 20 bilhões para auxiliar no seu desenvolvimento e sanar a crise energética que assola o país. Em troca, a Venezuela irá aumentar o fornecimento de petróleo aos chineses que já perceberam as dificuldade para se contrapor à ação da comunidade internacional contra o Irã, onde tem bilhões de dólares investidos em infra-estrutura para garantir o fornecimento de petróleo ao seu pais. Acreditam os chineses que, quando as sanções forem aplicadas ao Irã, a China passará por dificuldades, razão pela qual está diversificando as parcerias e aumentando os investimentos em países produtores de hidrocarbonetos, como a Venezuela, a Bolívia e o Brasil.

Os chineses detêm, aproximadamente, 800 bilhões de dólares de reservas e já faz alguns meses que têm buscado se desfazer do excesso de divisas em dólares, com receio de uma queda da economia americana, afetando o dólar, o que lhes causaria uma perda irreparável.

Por isso, não lhe afetará significativamente investimentos com tal volume, desde que sejam revertidos em commodities e espaços para investimento. É possível que a Venezuela comece a receber dos chineses um tratamento parecido com aquele que recebeu o Irã, para proporcionar o fornecimento de combustível necessário ao pleno funcionamento industrial da China.   

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.