LOADING

Type to search

Irã, Paquistão e Índia defendem a transição do controle do Afeganistão para os Afegãos

Share

Durante a “Conferência de Cabul” representantes do Irã, Paquistão e da Índia, manifestaram-se pró-afegãos no controle do país. A Conferência se encerrou com um consenso da coalizão em passar o controle de segurança ao governo d país até 2014.

A resolução da crise do Afeganistão não é militar. É preciso confiar no povo afegão e transmitir-lhe responsabilidade. O Irã apóia a ‘afeganização“, afirmou o “Ministro de Assuntos Exteriores” iraniano, Manouchehr Mottaki.

Paquistão e Índia se posicionaram como confiantes de que as forças afegãs já são capazes de assumirem o controle, se contarem com o apoio necessário, desde o governo até o de sua população.

O “Ministro de Assuntos Exteriores da Índia”, S.M Krishna defendeu um pais democrático e “livre de interferência externa”. Para ele “a estabilidade e o desenvolvimento econômico afegão dependem muito de seus vizinhos e da região como um todo”.

O ministro paquistanês, Shah Mahmoud Qureshi disse que os países da região “devem prometer que não interferirão nos assuntos internos do Afeganistão”. Segundo ele, o seu país está disposto a ajudar no que estiver dentro das suas possibilidades para uma reconciliação afegã.

Antes de ser transferido o controle da segurança, as forças afegãs ainda passarão por treinamento intensivo de segurança concedido pela coalizão. De acordo com os avanços afegãos, a transferência pode ser realizada antes de quatro anos.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!