LOADING

Type to search

Islândia declara que deseja parceria com a Rússia para exploração do Ártico

Share

O presidente da islandês, Olafur Ragnar Grímsson, declarou à mídia internacional seu desejo de estreitar as relações entre a Islãndia e Rússia para a exploração das reservas minerais da região do “Mar Ártico”.

Em suas palavras, “a época da guerra-fria, quando o Ártico era uma região de tensões, passou. (…).??Os países da região não deveriam discutir reivindicações territoriais uns contra os outros, mas promover o diálogo”.

Acrescentou que “todas estas questões ligadas à exploração dos recursos econômicos do Ártico e à abertura de novas rotas marítimas dão um impulso ao reforço dos nossos laços com a Rússia”, além disso, que a Islândia pode “ajudar a Rússia a explorar os seus recursos geotermais para (produzir) energia limpa”.

A região está passando por um processo de renovação das relações entre os países que são banhados por ele.  Canadá; Dinamarca, através da Groenlândia; Estados Unidos; Rússia e Noruega são países que têm reivindicações territoriais que afetam, ao menos um dos outros.

Para a Federação russa, de acordo com Alexandre Bedritski, o conselheiro do presidente Medvedev para o clima, “o setor russo do Ártico, onde vive cerca de 1,5 por cento da população russa, assegura cerca de 11 por cento do produto nacional russo e corresponde a 22 por cento do volume total das exportações russas”, por isso é primordial que questão seja resolvida de forma a permitir a exploração adequada da região.

Acrescentou que o Ártico concentra entre 20 e 25 por cento das reservas mundiais de hidrocarbonetos, algo confirmado por geólogos norte-americanos que estimam que em torno de 13 por cento das reservas de petróleo e 30 por cento da reservas de gás natural ainda por descobrir estão na região. Alem disso, sabe-se que à medida que está ocorrendo o degelo começam a surgir áreas para exploração de diversos minerais, além dos hidrocarbonetos.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!