LOADING

Type to search

Japão participará da exploração do lítio boliviano

Share

Japão e Bolívia firmaram Convênio para a exploração do lítio das reservas bolivianas. Segundo o Acordo, haverá cooperação técnica em que os japoneses enviarão especialistas e equipes que participarão do processo de industrialização do mineral. Ele envolve as empresas “Corporação Minerária da Bolívia” (Comibo) e a estatal “Japan Oil, Gás and Metals Nationa Corporation” (Jogmec), que utilizará da “Mitsubishi”, da “Sumitomo” e da “Universidade de Kita-Kiusyu” para tanto.

Nos termos do Acordo os profissionais participarão do desenvolvimento e aproveitamento dos recursos evaporíticos; entregará o que for necessário para produzir “sais de  lítio” e potássio e uma “planta piloto” em Potosi, nas margens de Salgar de Uyuni.

A Bolívia detém 70% das reservas mundiais do mineral e dentre os países que saíram na frente para a sua exploração estão a Coréia do Sul, a Rússia e o Irã que já estão fazendo investimentos neste sentido. O Brasil é outro pais que tem demonstrado interesse e apresenta vantagens devido as proximidades entre os governos de ambos os países.

O Japão entra agora no grupo com grande potencial, devido a presença da empresa “Sumitomo Corporation”, que por meio de sua filial “San Cristóbal” está explorando prata e zinco bolivianos há vários anos, bem como pelos elevados recursos que dispõe.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.