LOADING

Type to search

Mísseis “patriots” norte-americanos instalados na Polônia causam desconforto entre Rússia e EUA

Share

A chegada dos mísseis norte-americanos “patriots” na Polônia gerou críticas do governo russo acerca da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e dúvidas acerca da estratégia norte-americana para o seu país.

Os mísseis foram instalados numa Base Militar dos Estados Unidos em Morag, na região nordeste do país, amenos de 100 quilômetros do encrave de Kaliningrado, próximo da fronteira com a Rússia.

Havia intenso debate entre norte-americanos e russos acerca da instalação de um “Sistema de Defesa Anti-Mísseis” na Europa Central, acompanhando as reações dos russos acerca da expansão da OTAN para oriente. Os russos constantemente colocavam em xeque a estabilidade das relações na região devido ao comportamento dos europeus em relação ao seu país.

O clima esfriou quando do acordo realizado entre o presidente dos EUA, Barack Obama e o presidente russo, Dimitri Medvedev, ano passado (2009), momento em que se estabeleceu uma agenda que deixou para o futuro a discussão acerca da instalação deste escudo, o qual estava configurado na estratégia de defesa do governo de George W. Bush, presidente dos Estados Unidos nos dois mandatos anteriores ao atual governo de Obama.

Apesar de não envolver diretamente a questão do escudo, foi divulgado à imprensa que seria retardado o processo de expansão da OTAN, que os mísseis de interceptação que comporiam o escudo teriam como alvos mísseis de curto e médio alcance e não mais de longo alcance, frisando que as ameaças no cenário se relacionavam ao Irã, razão pela qual foram reduzidas as preocupações dos russos.

A instalação desses “patriots” voltou a gerar tensão gerando a resposta imediata da Rússia em reforçar a sua “Frota do Mar Báltico” com armamentos de alta precisão. As autoridades do país lançaram a questão de saber por qual razão se levou para a fronteira com a Rússia uma bateria que estava prevista em ser instalada próxima a Varsóvia, capital da Polônia.  

As justificativas apresentadas por norte-americanos e poloneses se reduzem em aproveitar as instalações que existem no local. Os russos recusam as explicações, afirmando que o deslocamento afeta o seu sistema de defesa. De acordo com a declaração do porta-voz do “Ministério de Relações Exteriores” à agência “Interfax” “tais ações (…) não levam a um reforço da estabilidade regional, ao contrário, isso reduz o nível de confiança“.

 Não se acredita que a questão afete os diálogos entre estadunidenses e russos, mas trará novos elementos de barganha na conjuntura atual em que a Rússia tem sido um fator importante para a definição da nova estratégia dos EUA.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!