LOADING

Type to search

Moçambicanos manifestam-se contra o aumento do custo de vida e paralisam a capital Maputo

Share

A “Agence France Press” (AFP) anunciou ontem, dia 5 de setembro, que a capital de Moçambique, Maputo, está sofrendo com a falta de gasolina e de dinheiro em espécie ao tentar retomar as atividades normais, após os confrontos de manifestantes com a polícia. Os embates deixaram 10 mortos e mais de 400 feridos em três dias de manifestações contra o aumento do custo de vida.

No dia 1 de setembro, milhares de pessoas saíram às ruas nos bairros pobres de Maputo para protestar contra o aumento dos preços do combustível, trigo, pão, água e energia elétrica. A madrugada deste sábado foi tranqüila em Maputo e outras áreas de Moçambique, após três dias seguidos de manifestações que praticamente paralisaram a capital do país.

No último sábado, dia 4 de setembro, o centro da cidade e as lojas estavam cheias novamente, mas os freqüentadores eram obrigados a desviar do que restou das barricadas nas ruas e de alguns veículos queimados, em meio aos oficiais da polícia.

Os motoristas têm dificuldade de encontrar gasolina nos postos e as cédulas de dinheiro também começaram a acabar nos caixas automáticos, que registram longas filas em toda a cidade.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!