LOADING

Type to search

Morales anuncia a criação de uma Agência Espacial boliviana

Share

O presidente da Bolívia, Evo Morales, recém reempossado no cargo, anunciou que irá criar uma “Agência Espacial” boliviana e pretende adquirir um satélite para melhorar o sistema de comunicações do país.

De acordo com o divulgado, serão destinados U$ 1 milhão para a Agência e está em estudo a compra de um satélite dos chineses, que o fabricará e lançará. É o passo inicial de um processo com vistas a dar mais autonomia ao país e reduzir a dependência em termos de tecnologia e comunicação.

Os recursos que hoje dispõe a Bolívia permitem a realização de planejamentos estratégicos iniciais deste nível. No entanto, parte significativa da capacidade atual boliviana decorre dos investimentos que foram feitos por Hugo Chávez no país; da forma como tem sido tratada a negociação com o Brasil para o fornecimento de gás boliviano e dos investimentos que conseguiu atrair da Rússia e do Irã.

A situação política na América do Sul tende a ser turbulenta para os bolivarianos em 2010, além do fato de poder ocorrer à vitória da oposição brasileira nas eleições presidenciais em outubro deste ano, algo que levará a revisão dos contratos e da política externa brasileira com a Bolívia.

Fatos como o empréstimo do governo brasileiro de mais de 300 milhões de dólares, em condições favoráveis, para a construção de rodovia na Bolívia dificilmente ocorrerão. A razão se deve a que no mesmo período em que foi anunciado empréstimo ao presidente boliviano, José Serra, o governador do Estado de São Paulo (Brasil), viajou aos EUA para contrair um empréstimo de também pouco mais de 300 milhões de dólares para construção e manutenção de estradas vicinais em seu Estado.

Dependendo do que ocorrer na Venezuela e dos resultados eleitorais no Brasil, Morales poderá ficar isolado na região e a onda oposicionista começará a atingir também o seu governo, como agora está ocorrendo no Equador.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.