LOADING

Type to search

Obama ressalta a Colin Powell a necessidade de aprovação imediata do novo “START”

Share

O presidente dos EUA, Barack Obama, ressaltou em conversa com  o ex-secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, a necessidade de o Senado norte-americano aprovar o novo Tratado “START”, assinado com o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, em Praga, no mês de abril deste ano, 2010.

Obama sabe da necessidade urgente de reorganização da “Política de Defesa” dos EUA, algo que poderá ser facilitado com uma nova configuração da segurança internacional, algo factível se consolidadas as aproximações entre EUA, Europa e Rússia. Para tanto, será essencial que o Acordo firmado entre os mandatários russo e estadunidense não tenha tantos empecilhos.

O argumento para que o Senado não atrase mais o processo é de que, com o Tratado será possível acompanhar o planejamento russo envolvendo a questão nuclear. É uma forma de responder às criticas dos senadores republicanos de que não houve alteração na disposição dos armamentos nucleares de uso tático, algo que daria vantagem estratégica à Rússia, numa relação direta com os EUA e com a Europa. Esta questão, porém, já está em processo de equacionamento com as aproximações entre russos e a “Organização do Tratado do Atlântico Norte” (OTAN).

Por essa razão, analistas internacionais consideram que a principal preocupação do Congresso dos EUA, neste momento em que os republicanos adquiriram maior força, é de cunho político partidário.

Assim, apostam que as diferenças internas no Senado dos EUA em relação ao novo “Acordo Nuclear” serão resolvidas, uma vez que envolve questões de Estado que se sobrepõem às diferenças entre os dois principais partidos políticos estadunidenses e, caso não sejam, os custos para o país serão herdados pelo governo futuro, seja ele democrata, ou republicano.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.