LOADING

Type to search

Okinawa está decidida a retirar os militares norte-americanos

Share

As autoridades da província de Okinawa decidiram realizar, no próximo mês (abril), um Ato Público para pressionar o governo do Japão a retirar a Base Aérea norte-americana de sua região.

Estimulados pela Assembléia realizada no início desta semana, contra a construção no local de novas instalações militares dos EUA, e, especialmente motivados em responder aos pronunciamentos de membros do governo japonês de que estudam novo local na mesma região para a transferência da Base Militar estadunidense, as personalidades e autoridades locais, junto com a sociedade civil, sentem-se obrigadas a criar um Ato Público. O objetivo deste é marcar posicionamento e estabelecer a proibição de novas construções militares, bem como forçar a retirada definitiva de militares dos Estados Unidos de sua região.

Ainda não foram definidas as datas para a realização do Fórum e de novas Assembléias com os planos do Ato que desejam realizar, mas já foi feito comunicado à imprensa japonesa sobre a realização do mesmo em abril, próximo. Os diálogos entre o governo do Japão e a população de Okinawa tornam-se cada vez mais difíceis e tensos devido à presença destes militares estadunidenses na província.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.