LOADING

Type to search

Tasso Jereissati será contrário à entrada da Venezuela no MERCOSUL

Share

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) irá apresentar amanhã, 1 de outubro, à Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) o relatório no qual explicita razões contra a entrada da Venezuela no MERCOSUL (Mercado Comum do Sul).

 

O ponto no qual baseia seu posicionamento é a “Cláusula Democrática” que deve ser cumprida para a entrada no Bloco. De acordo com ela, deve-se seguir parâmetros institucionais e respeito por direitos civis e liberdades fundamentais, configurando a adoção do país pelo regime democrático.

Para comprovar que o governo Hugo Chávez não cumpre as exigências da Cláusula, o senador fez pesquisa e análise do comportamento político e das instituições venezuelanas e anexou ao seu parecer o relatório da OEA (Organização dos Estados Americanos) que mostra várias violações aos direitos e liberdades fundamentais, além da perseguição à Mídia, o desrespeito pelos poderes do Estado e a forma como funciona o sistema político. Acrescentou ainda uma análise da afirmação de Hugo Chávez, segundo a qual ele havia sugerido ao ex-presidente de Honduras, Manuel Zelaya, que se dirigisse à embaixada brasileira.

Independentemente de o fato ser verídico, ou não, a conclusão de Jereissati é de que a interferência de Chávez colocou o Brasil na situação em que se encontra, sendo responsável direto pelos transtornos trazidos ao governo brasileiro. Ou seja são elementos suficientes para se posicionar contra a entrada da Venezuela no MERCOSUL.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.