LOADING

Type to search

Político peruano responde à proposta chilena de saída para o mar boliviano

Share

Saiu na imprensa boliviana que Luis Gonzáles Posada, ex-presidente da Comissão de Relações Exteriores do Peru, emitiu opinião afirmando que a questão da proposta feita pelo Chile acerca da saída para o mar boliviano deve ser pensada de outra maneira.

 

A idéia apresentada pelo Vice-Chanceler chileno, Alberto Van Klaveren, estabelecia que a solução é ceder o caminho aos bolivianos através território peruano. De acordo com o Luis Gonzáles Posada essa é uma proposta que, primeiro, dá razão aos peruanos acerca de quem deve tomar a decisão em última instância: são os peruanos.

De acordo com tratados internacionais assinados entre Chile e Peru, qualquer projeto sobre o tema deve ser feito consultando os peruanos e, quando a solução significar que terá de passar pelo território do Peru, caberá a congresso do país decidir sobre a questão, não havendo mais ingerência chilena.

Acrescentou ainda que no caso, se a questão for ceder uma porção do território, então que sejam restituídos os que já foram de posse boliviana, que estão, atualmente, em território chileno. Concluiu, afirmando que isso reforça a tese de que qualquer proposta acerca de saída para o mar  boliviano pelo Peru é apenas uma hipótese.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.