LOADING

Type to search

PORTO ALEGRE TEM A CHAVE PARA O MERCADO CHINÊS, AGORA, É SÓ ABRIR A PORTA

Share

O convênio no âmbito das “Cidades Irmãs” é um conceito que tem como objetivo, criar laços e mecanismos protocolares, por meio dos quais cidades de diferentes países estabelecem laços de cooperação. Geralmente, as cidades têm características semelhantes ou pontos e referências históricas comuns.

 

As cidades-irmãs representam uma base formal para uma possível realização de acordos e programas de intercâmbio no que se refere ao desenvolvimento, políticas públicas, atendimento à população e desenvolvimento econômico e social.

 

No âmbito das cidades-irmãs, Porto Alegre possui grandes oportunidades de se posicionar na esfera internacional, aproveitando as chances que tal esfera oferece para atrair e realizar investimentos, bem como cooperação, em um dos maiores mercados do mundo: a China.

 

A cidade de Suzhou, localizada na República Popular da China é cidade-irmã de Porto Alegre, desde 2004, devido às características comuns entre ambas, pois são cidades portuárias e existe desejo das partes em estabelecer cooperações internacionais e intercâmbios nas áreas de administração pública, economia, cultura, turismo, esporte entre outras.

 

Suzhou é uma importante cidade chinesa e está situada na parte Sul da província de Jiangsu. Ocupa uma área de 8488 quilômetros quadrados e tem uma população de 5.839 milhões, incluindo a população urbana de 2.124 milhões.

 

Desde a adoção da política de reforma e abertura, a cidade chinesa tem conhecido rápido desenvolvimento econômico, com um o volume global que atualmente a posiciona entre os maiores da China.

 

A cidade é um pólo gastronômico tradicional e possui mais de 10 mil empresas no setor de restaurantes.  Ao longo do desenvolvimento deste setor, o tratamento de lixo diário destas empresas se tornou um problema. Quanto a isso, o governo de Suzhou promulgou um decreto municipal exigindo o tratamento concentrado do lixo das empresas do setor de alimentação, não só melhorando a situação sanitária, como também transformando os dejetos em recursos recicláveis, o que denota o interesse da cidade em recursos renováveis.

 

Com os esforços do governo nos últimos anos, principalmente na área industrial, Suzhou tornou-se uma das cidades com melhor qualidade de vida na China.

 

Apesar do convênio firmado e do pré-estabelecimento de uma relação privilegiava por serem cidades-irmãs, Porto Alegre ainda não utilizou deste instrumento para a intensificação de negócios e cooperação com a cidade chinesa; as ações existentes foram poucas e pontuais até hoje.

 

Sendo Porto Alegre uma das mais importantes cidades do Brasil, deverá considerar a cidade de Suzhou alvo internacional prioritário de esforços de promoção comercial e como porta de entrada ao vasto mercado chinês.

 

Cabe ressaltar que em entre os dias 10 e 19 de fevereiro de 2011, Gramado (RS) sediará a Conferência Mundial das Cidades Irmãs, e reunirá representantes dos países com os quais o Brasil mantém relações diplomáticas. O objetivo é captar experiências da diversidade e iniciativas de inovação democrática e transformação social.

 

A Conferência abordará os seguintes temas:

 

·         O Planeta Terra;

·         O Estado como Organizador do Planeta;

·         Desenvolvimento Sustentável;

·         Educação;

·         Saúde;

·         Sistema Financeiro;

·         Governança Corporativa;

·         Qualidade de Vida e Longevidade

 

Até 2011 Porto Alegre poderá desenvolver um planejamento estratégico para aproveitar as oportunidades que a cidade chinesa de Suzhou oferece aos Gaúchos e utilizar a Conferência Mundial das Cidades Irmãs para aproximação dos empresários e instituições de cooperação.

 

 

 

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!