LOADING

Type to search

Presidente de Timor Leste afirmou que o país não precisa mais da ONU

Share

O presidente do Timor Leste, José Ramos Horta, em visita ao Japão, concedeu uma entrevista a rede estatal de notícias japonesa, NHK. Durante a entrevista, ele informou que a polícia de seu país já é capaz de assumir as atividades de segurança que estão sob o controle das “Organizações das Nações Unidas” (ONU).

A entrevista dada à agência de notícias foi concedida ontem, dia 15 de março, e apresentou os pontos de melhoria das forças policiais locais. Elas melhoraram nos treinamentos para agir no controle da população. A infra-estrutura policial também apresenta sinais de melhoria e, hoje, se vive no melhor nível de segurança em seu país, desde que o Timor Leste conseguiu conquistar a independência, no ano de 2002.

O país vem se beneficiando de um bom crescimento econômico, desde 2008, contando com a ajuda de outras nações (principalmente da região da Ásia-Pacífico) e parte dos recursos advindos deste crescimento está sendo destinado às questões de segurança.

Segundo o presidente José Ramos, as forças policiais timorenses estarão prontas para assumir o controle da capital, Díli, até o mês de junho, tornando possível à saída das forças da ONU.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!