LOADING

Type to search

Regionalismos em foco: Catalães votam sobre a independência da Catalunha e, no País Basco, justiça espanhola nega à nova formação “Sortu” o direito de se constituir como um partido político

Share

Cerca de 700 mil catalães participaram, este domingo, dia 10 de abril, de um referendo não vinculativo sobre a independência da Catalunha. Segundo informações do jornal “Euronews”, trata-se de um exercício promovido pela plataforma pró-independentista, “Barcelona Decideix”, no âmbito de uma série de ações para angariar adeptos para a causa da independência desta “Comunidade Autônoma” espanhola.

Já em Madri, no dia 9 de abril, milhares de pessoas participaram de uma manifestação convocada pela “Associação de Vítimas do Terrorismo” (AVT) para exigir que pessoas próximas do grupo terrorista “ETA” não sejam autorizadas a concorrer às eleições locais de 22 de Maio.

A manifestação, sob o lema “Pela derrota do terrorismo: ETA fora das eleições”, coincide com o debate nos tribunais espanhóis sobre a formação política “Sortu”, nova designação eleitoral da ilegalizada “Batasuna”*, e a possibilidade de que partidários do “ETA” possam participar em comícios através das listas da coligação “Bildu”.

No dia 1° de abril, a justiça espanhola negou à nova formação “Sortu” o direito de se constituir como um partido político. Após esta decisão, no dia 2 de abril, cerca de 26 mil pessoas manifestaram-se em Bilbao para exigir a normalização política no País Basco e a legalização de todas as opções, condenando a decisão majoritária do Supremo de proibir o “Sortu”. A questão ainda não está concluída, pois os seus partidários estão recorrendo à Justiça espanhola para comprovar que não existe qualquer vínculo entre esta formação e o “ETA”.

——————————————————————————

* O partido político “Batasuna” foi ilegalizado pela justiça espanhola em 2003 por ter sido considerado como a ala política do ETA.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.