LOADING

Type to search

Rússia acerta com UE sua integração à OMC

Share

Rússia e “União Européia” (UE) concluíram o Acordo que garante o apoio dos europeus à entrada dos russos na “Organização Mundial do Comércio” (OMC). O protocolo já havia sido assinado em 24 de novembro, mas faltavam ser acertadas diferenças comercias entre eles para que a Europa permitisse a entrada da Rússia. Este é um dos passos mais importantes do atual Presidente para resolver o problema da inserção de seu país como uma das potências coordenadoras do atual “sistema internacional”, levando-se em conta a importância do fator econômico para determinar o papel do Estado na hierarquia internacional.

O anúncio do sucesso das negociações na “Cimeira UE/Rússia”, que se deu em Bruxelas (Bélgica), se segue aos resultados positivos de aproximação e cooperação entre russos e a “Organização do Tratado do Atlântico Norte” (OTAN), finalizados na “Cimeira Rússia/OTAN”, ocorrida no dia 20 de novembro, em Lisboa, capital de Portugal.

Além disso, Dimtri Medevedev, atual “Presidente da Rússia”, declarou que está disposto a apresentar sua candidatura às eleições presidenciais, condicionando-a à existência de certas condições e especificando que estas seriam a estabilidade do país e o apoio popular.

Analistas afirmam que os investimentos em política externa, visando a recuperação do status do país no cenário internacional é um dos focos estratégicos do Presidente, pois resolverá problemas históricos, garantirá o equilíbrio do país no cenário mundial e dará ao mandatário a postura necessária aos olhos do povo. O outro foco será a modernização da Rússia, algo que está articulado com o conjunto de Acordos de cooperação que tem firmado com as grandes potencias mundiais. Acreditam que lhe garantirá o apoio popular, mesmo que a estabilidade interna ainda esteja em processo de construção.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!