LOADING

Type to search

Rússia deseja negociar Tratado de Defesa Europeu

Share

Apesar de ser ainda incipiente, os governo da Rússia declarou no dia 29 de setembro, por meio de seu representante na “Organização das Nações Unidas” (ONU), Vitaly Churkin, durante sessão da “Assembléia Geral” a proposta de um “Tratado de Segurança Européia

Segundo Churkin, “a codificação do princípio de uma segurança igual e indivisível é um pré-requisito indispensável para esforços internacionais produtivos neste campo. É exatamente este o objetivo da iniciativa do presidente [russo, Dmitri] Medvedev para se concluir um tratado sobre segurança européia”, significando que com ela se “aspira a completar a transição da política euro-atlântica da sua antiga agenda da Guerra Fria para uma nova e estabelecer uma firme fundação legal para o princípio da segurança indivisível para todos na área euro-atlântica”.

Analistas estão concordando que as medidas adotadas pelo atual governo russo destinam-se a fazer com que o país retome seu papel de coordenador do sistema  internacional. Os focos de contenciosos estão sendo controlados, por meio de ações de estratégica e militares (Cáucaso, bases militares; Israel, Tratado Militar) e com negociações Econômicas e Diplomáticas (Mar Ártico – resolução dos problemas de fronteiras, delimitação de mar territorial e Acordos de exploração conjunta dos recursos naturais com os demais países da região; China – Acordos econômicos energéticos; Estados Unidos – Tratados diplomáticos e estratégicos, científicos e tecnológicos. Com países europeus isoladamente, como o exemplo da Alemanha, com quem acertou Acordos científicos e tecnológicos para a construção de centro de pesquisa).

A Europa se  apresentava como um problema a ser equacionado, devido aos resquícios da “Guerra Fria” e dos Acordos assinados nesta época entre os então aliados da antiga “União das Repúblicas Socialistas Soviéticas” (URSS), dentre eles o “Tratado Militar” da “Organização do Tratado do Atlântico Norte” (OTAN).

A proposta de ser criado um tratado exclusivo europeu, com participação russa, não exclui os norte-americanos como aliados estratégicos da região, pois eles estão mantendo seus acordos bilaterais com a Rússia, com países da Europa e com o Bloco europeu. Alem disso, dá à Rússia o papel que sempre esteve desenhado na mente dos geopolíticos, agora com configuração contemporânea do século XXI, de ser aponte entre a Ásia e a Europa, condição sempre não materializada em todo a sua dimensão devidos às questões ideológicas do século XX e tecnológicas do séculos anteriores.

Os observadores apostam que o investimento num Tratado Militar deste porte na Europa com participação russa será o trunfo para a restauração da poderio da “Sagrada Mãe Rússia”, conforme se referiam os líderes e cidadãos deste país.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.