LOADING

Type to search

Rússia e África do Sul realizam aproximação econômica, política e estratégica

Share

O presidente da Rússia, Dimitri Medvedev, e o presidente da África do Sul, Jacob Azuma, estão acertando Acordos de cooperação econômica, científica e tecnológica, efetivando parceria estratégica para a realização de obras comuns, projetos conjuntos e investimentos pelo continente africano.

A aproximação permitirá ao presidente russo a criação de uma “cabeça de praia” fundamental para a efeti vação de um planejamento de Estado que está sendo proposto pelo atual governo do país.

Os sul-africanos têm com os russos simpatias e aproximações que não chegaram a se concretizar em trocas comercias de grande vulto, mas as razões para a consolidação da parceria entre ambos são significativas.

Nas palavras do presidente Azuma, ditas à TV Russa, “(…) é preciso ter em conta que os nossos laços foram historicamente sempre maravilhosos e nunca se romperam. (…). Ao contrário de numerosos Estados europeus, a Rússia nunca realizou conquistas coloniais. Além da história, os nossos dois países estão ligados por muitas outras coisas, por exemplo, pela existência de ricas reservas de minérios”.

A visita que Jacob Zuma está realizando à Rússia iniciou no dia 4 de agosto e se encerra hoje. Nas reuniões ocorridas ontém, dia 5, foram fechados Acordos agrícolas e em tecnologia espacial, além de render à África do Sul a proposta de Medvedev de que este país se integre ao BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), o qual, apesar de não ser um Bloco econômico, é o grupo informal dos principais países emergentes, que se reúnem para trocas de experiências e tentar chegar a acordos sobre ações conjuntas perante os demais atores do cenário mundial.

Segundo analistas internacionais, com estas medidas o governo russo dá mais um passo essencial em sua proposta de participação efetiva na sociedade internacional, na busca continua e racional pela modernização de sua economia, no desenvolvimento e solidificação da sua capacidade diplomática para agir em parcerias e na concretização de mais Acordos para investimentos em cooperação internacional, como tem feito com a Europa e os EUA.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!