LOADING

Type to search

Share

Nesta terça-feira, dia 6 de outubro, as Bolsas Asiáticas fecharam em alta, devido aos ganhos das commodities e pela boa avaliação dos bancos norte-americanos. Apenas as bolsas de Seul, na Coréia do Sul, e da Índia não obtiveram resultados positivos, explicado pelo aumento de juros na Austrália.

 

O destaque no Japão se deu pelas montadoras automobilísticas, destaque para a Mazda que teve um aumento em duas ações de 8%;  e para a Nikkei que fechou em alta de 0,18%, com 9.691,80 pontos. Hong Kong fechou em alta de 1,87%, puxada pelas commodities. Taiwan teve alta de 1,32%, com destaque para Compal Electronics.

Após a informação de que a empresa Innolux Display irá adquirir uma subsidiária da fabricante de laptops, em Cingapura, o índice subiu 1,09%. Outras bolsas da China, como Xangai, estão fechadas devido ao feriado e voltarão à ativa na sexta-feira.

Nesta quarta-feira, 7 de outubro, as bolsas mantiveram resultados positivos. Segundo o indicador Topix, a Bolsa Nikkei teve o índice 225, com o ganho de 107,80 pontos; Taiwan obteve alta de 0,96%, obtendo 7.608 pontos e Hong Kong avançou 2,07%.

Os investidores começaram a buscar alternativas ao dólar e o foco está nas commodities, como o ouro. Commodities significam mercadorias e são utilizados nas transações comerciais das Bolsas de Valores.

Na bolsa de Nova York, os mercados futuros do ouro estão em alta, chegando a atingir níveis recordes devido à queda do dólar. Hoje, o preço está em US$ 1,045.00 por onça. Além das commodites, o aumento das taxas de juros na Austrália também influenciará as oscilações das bolsas asiáticas.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!