LOADING

Type to search

Suécia: Centro-Direita vence eleições legislativas e a extrema-direita conquista representação parlamentar pela primeira vez

Share

A coligação de centro-direita na Suécia, do primeiro ministro Fredrik Reinfeldt, venceu as eleições legislativas de ontem, 19 de agosto, mas sem maioria absoluta, numa votação em que a extrema-direita conquistou um resultado histórico ao conseguir representação parlamentar pela primeira vez.

Após mais de 95% das urnas apuradas, a coalizão do primeiro-ministro Fredrik Reinfeldt obteve 49,2% dos votos contra 43,6% dados à esquerda, de Mona Sahlin, e 5,7% para a extrema-direita dos “Democratas da Suécia” (DS), segundo as sondagens.

A entrada no Parlamento sueco do partido ultradireitista DS, prevista por todas as pesquisas, marcou a campanha eleitoral. Sua campanha estava sendo considerada discreta, até o momento em que o canal privado de televisão, “TV4”, decidiu proibir um anúncio eleitoral do DS no final de agosto, por considerá-lo racista, uma vez que atacava um grupo étnico minoritário, no caso os muçulmanos.

A proibição foi assimilada com normalidade na Suécia, mas não na Dinamarca, onde o “Partido Popular Dinamarquês” e seus parceiros conservadores e liberais criticaram a “falta de liberdade de expressão” e pediram para enviar observadores eleitorais a um país considerado justamente um dos mais liberais e tolerantes do mundo.

Ainda que a imigração não seja relevante nas disputas eleitorais suecas, o DS conseguiu a atenção que lhe tinha sido negada, amplificada pelos protestos que grupos de esquerda promoveram contra vários de seus comícios.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!