LOADING

Type to search

Suíça terá, pela primeira vxderal”

Share

O Parlamento suíço viveu ontem, 22 de setembro, um momento importante de sua história política ao eleger um governo de maioria feminina no gabinete federal, configurando um acontecimento inédito no país, onde o voto feminino existe a menos de 40 anos.

Dos sete ministros que compõem o “Conselho Federal” (governo federal suíço), quatro serão mulheres a partir de janeiro de 2011. Três já estavam no governo e, com a eleição da senadora Simonetta Sommaruga, do “Partido Socialista” (PS), o Conselho passará a ter quatro mulheres e três homens.

A social-democrata Simonetta Sommaruga, 50 anos, foi escolhida para suceder ao ministro demissionário Moritz Leuenberger, antigo responsável pelas pastas dos “Transportes, Energia e Comunicação”. O dirigente empresarial Johann Schneider-Ammann, do “Partido dos Democratas Livres”, crítico dos altos bônus pagos a executivos bancários, sucederá Hans-Rudolf Merz, ministro das Finanças, desde 2004.As duas vagas no “Conselho Federal” foram abertas por causa da renúncia de seus titulares para disputarem eleições parlamentares no ano que vem. A composição partidária do Conselho não foi alterada.

No entanto, não é certo ainda que os dois novos eleitos ocupem os ministérios dos demissionários. Há uma regra informal (não escrita) no sistema suíço de governo, pela qual as decisões são tomadas por consenso, dando prioridade aos ministros mais antigos para mudarem de pasta, se quiserem. Por isso, uma definição é aguardada para os próximos dias.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.