LOADING

Type to search

Taiwan protesta sobre a decisão unilateral do Japão em redesenhar a linha da “Zona de Defesa Aérea”

Share

O governo japonês e o governo da “República da China” (Taiwan) entraram em divergências devido à iniciativa japonesa de redesenhar a linha da “Zona de Defesa Aérea” (ADIZ, sigla em inglês), Acordo estabelecido pelos militares norte-americanos, após a “Segunda Guerra Mundial”.

Em resposta à ação japonesa, o governo taiwanês realizou um protesto formal, informando que não aceitará que os atos do Japão interfiram em sua soberania, já que esta medida poderá infringir o espaço aéreo da ilha.

O “Ministério de Defesa” do Japão informou na semana passada, 24 de junho, que irá mudar a linha de identificação da defesa aérea na região oeste de Yonaguni, estendendo-a por 12 milhas náuticas.

Embora o governo japonês tenha informado que esta medida foi estabelecida para sua defesa nacional, pois se sente ameaçado pela atual capacidade militar da “China continental”, o governo de Taiwan informou que está “extremamente decepcionado” pela iniciativa unilateral das autoridades japonesas.

Taiwan divulgou que não abrirá mão de sua soberania e rejeita uma reformulação da ADIZ, destacando o “fracasso” das relações do Japão com Taiwan.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!