LOADING

Type to search

Terminou a trégua política no Haiti

Share

Depois do mundial de Futebol, que constituiu uma trégua política no Haiti, os líderes da oposição política vão realizar novas mobilizações e manifestações nas ruas para exigir a renúncia antecipada do Presidente René Préval. A primeira manifestação está programada para esta terça-feira, dia 13 de julho.

A oposição acusa ao Presidente Préval de querer aproveitar das finanças públicas e dos fundos internacionais para favorecer a continuidade de seu “clã político” no poder, por meio de eleições fraudulentas.

A senadora da oposição, Edmonde Supplice Beauzile, membro da “Fusão Social Democrata”, lamenta a negação do Presidente Préval em dialogar com os atores políticos da oposição e da sociedade civil. Ela compara a postura deste governo a uma ditadura.

Por sua vez, o Secretário-Geral do “Partido para a Reconstrução de Haiti” (KONBA: Konbit pou Bati Ayiti), o senador Jean William Jeanty estima que não existêm condições para realizar eleições democráticas com este regime e não considera oportuno um dialogo político com o Presidente Préval. O senador privilegia a mobilização para exigir a renúncia antecipada do atual Presidente haitiano.

ORIGINAL

POLÍTICA INTERNACIONAL – Acabado la tregua política en Haití

Después del mundial de Fútbol que ha constituido una tregua política en Haití, los líderes de la oposición política van realizar de nuevo movilizaciones y manifestaciones en la calle   para exigir la renuncia anticipada del Presidente Preval al poder. En este sentido una manifestación está programada para este martes 13 de julio.

La oposición acusa al Presidente Preval de querer aprovechar de las finanzas públicas  y de los fondos internacionales para favorecer la continuidad de su clan político al poder a través de elecciones fraudulentas.  

La senadora de la oposición, Edmonde Supplice Beauzile,  miembro de la “Fusión Social Demócrata”, deplora la negación del Presidente Preval de dialogar con los actores políticos de la oposición y de la sociedad civil. La senadora asimila la postura de este   gobierno  a una dictadura.

Por su parte el secretario general del partido para la reconstrucción de Haití (KONBA: Konbit pou Bati Ayiti), el senador Jean William Jeanty estima que no existen condiciones para realizar elecciones democráticas con este régimen, no considera oportuno un dialogo  político con el Presidente Preval. El senador privilegia la movilización para exigir la renuncia anticipada del actual Presidente haitiano.

Tags:
Jean Garry - Porto Príncipe (Haiti)

De nacionalidade haitiana, é formado em Marketing pela Universidad Interamericana de Santo Domingo, possui Pós-Graduação em Gestão de Projetos Sociais pela Universidad Autónoma de Santo Domingo e Mestrado em Economia pela Universidad Internacional de Andalucía (Espanha). É graduado no Curso de Gerenciamento Social do Instituto de Desenvolvimento Social (INDES) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em Washington, e do curso Gestão Estratégica do Desenvolvimento Social e Regional da Comissão Econômica para América Latina (CEPAL) em Santiago do Chile. Tem experiência como Gerente de Marketing em diversas empresas privadas e trabalhou como consultor em Desenvolvimento Comunitário do Ministério de Obras Públicas do Haiti e em diversos projetos de desenvolvimento.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.