LOADING

Type to search

Zapatero anuncia que não será candidato às próximas eleições e o partido da oposição lidera as intenções de voto para 2012

Share

O partido espanhol de centro-direita, “Partido Popular” (PP), de oposição, derrotaria o “Partido Socialista” (PS), no poder há oito anos, se as eleições acontecessem hoje, anunciou, no domingo, dia 3 de abril, o jornal “El País”.

Os últimos resultados da pesquisa indicam que o PP ampliou levemente sua liderança, acumulando 44,1% dos votos, enquanto o PS ficou com 28,3%. O resultado da pesquisa foi divulgado um dia depois do primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero afirmar que não buscará um terceiro mandato nas eleições de 2012.

Os eleitores do PSOE acreditam que o melhor candidato para substituir Zapatero seria o atual vice-presidente, Alfredo Perez Rubalcaba, seguido pela ministra da Defesa, Carme Chacón. A pesquisa mostra Rubacalba como o candidato preferido, com 42% dos votos, enquanto Chacón detém 17% dos votos.

Além das polêmicas medidas de austeridade e a lenta recuperação econômica da Espanha como as principais causas da queda da popularidade de Zapatero, soma-se o fato da demora em admitir a grave crise econômica que se instaurou no país, como afirmou Josep Ramoneda em uma análise publicada no jornal “El País” no dia 10 de março.

Ramoneda destaca que a questão da crise também é um problema da oposição (PP), que se limitou a deixar-se levar pelo “vento que sopra contra o Governo e, por defeito, a seu favor”. Logo, a Espanha apresenta o seguinte sombrio panorama político: “um executivo – em especial o Primeiro-Ministro – queimado pela crise, e um líder da oposição que poderá chegar ao poder por pura inércia”.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!