LOADING

Type to search

Zelaya continua influenciando ações em Honduras

Share

Apesar de longe do país, o ex-presidente de Honduras, Manuel Zelaya, afastado do poder no dia 28 de junho de 2009 por acusações de crimes políticos e comuns, continua influenciando as ações da oposição hondurenha, dando sinais de que está coordenando um movimento para alcançar dois objetivos: a reforma da Constituição e o seu retorno ao país. Pelas informações divulgadas, as ações seguem duas frentes para que esses objetivos sejam alcançados.

A primeira frente é a mobilização popular realizada por partidários de Zelaya, coordenados pela “Frente Nacional de Resistência Popular” (FNRP). Nesta terça-feira, dia 20 de abril, manifestantes bloquearam estradas na localidade de Germania.

Estão solicitando à população que assine uma declaração pedindo a formação de uma Assembléia Constituinte. O documento que desejam ver assinado pela população tem o seguinte teor: “Eu, …, hondurenho (a), com número de identidade: …, expresso minha vontade soberana nesta Declaração, que assino livre e voluntariamente, para que seja convocada uma Assembláia Nacional Constituinte“. Além disso, estão exigindo o retorno de Zelaya para que seja restabelecido o que chamam de normalidade institucional.

A segunda frente de ação se concentra nas manifestações de ex-membros do governo zelaysta, como a ex-chanceler Patrícia Rodas (provavelmente em nome do próprio Zelaya), que estão usando dos veículos e mecanismos disponibilizados pelas instituições internacionais para afirmar que a situação no país está fora da normalidade constitucional.

Além disso, tem utilizado de relatórios disponibilizados por instituições respeitadas no mundo inteiro para respaldar suas declarações. É o caso dos relatórios divulgados pelos “Repórteres sem Fronteira” (uma das instituições mais respeitadas do mundo, graças a sua luta pela liberdade de imprensa e direitos humanos) sobre as mortes de jornalistas no país.   

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!