LOADING

Type to search

Colombianos foram presos em Caracas, gerando mais tensões diplomáticas entre os dois países

Share

Cerca de quarenta e um colombianos, dentre eles um funcionário consular, foram presos pela polícia venezuelana em Caracas, após a identificação de que o consulado colombiano estava executando atividades consideradas ilegais pelas autoridades da Venezuela.

 

Segundo fontes oficiais, o problema consistiu no fato de o consulado colombiano do bairro popular de Catia estar fazendo recadastramento de seus cidadãos no local e não comunicou as autoridades venezuelanas.

De acordo com declarações de autoridades da Colômbia, tais atividades sempre foram normais. No entanto, fontes venezuelanas informaram que qualquer estrangeiro, para realizar uma atividade pública no país precisa fazer comunicação expressa e receber autorização específica para tal.

Analistas consideram, contudo, que esta é mais uma ação no processo de radicalização que está ocorrendo entre os dois países, o qual está entrando numa espiral de acusações por parte dos dois governos.

Da parte da Venezuela, o objetivo que tem sido mostrado de forma mais evidente é a ruptura com a Colômbia, após substituir as parcerias comerciais que tem com os colombianos. A questão diplomática é um instrumento desse processo.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.