LOADING

Type to search

Prefeitos espanhóis pedem que cidadãos ajudem em serviços públicos

Share

Diversas prefeituras da Espanha estão solicitando aos seus cidadãos que se voluntariem para ajudar a manter a gestão dos serviços públicos. Os governantes justificam o pedido alegando que em momentos de crise, a resposta está na “corresponsabilidade”.

 

Agora, a população é responsável por varrer as ruas, regar parques e jardins e pintar bancos de praças. O primeiro a apelar à “ação cidadã” foi o Prefeito do município de Esparreguera, ao ver que a prefeitura não teria recursos para pagar os serviços de limpeza urbana e de manutenção de parques e jardins.

A assessoria do mandatário de Esparraguera, Joan-Paul Udina, explicou que a resposta dos cidadãos em geral tem sido positiva, pois entendem a conjuntura econômica em que estão vivendo. Mas, de acordo com o jornal “Folha de São Paulo”, nem todo mundo concorda com esta corresponsabilidade.

Foram criados grupos nas redes sociais onde os cidadãos reclamam que já pagam impostos para receber serviços públicos e o correto seria propor a redução dos impostos em troca de ajuda cidadã. Além disso, que Prefeitos, Vereadores e Assessores municipais ganhem menos para economizar, ou realizem eles mesmos as tarefas de limpeza.

————————————

Fonte Consultada:

Ver:

http://www1.folha.uol.com.br/bbc/991720-crise-leva-prefeitos-espanhois-a-pedir-que-cidadaos-ajudem-em-servicos-publicos.shtml 

Ver também:

http://www.esparreguera.org/

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!