LOADING

Type to search

Primeiro-Ministro da Espanha relativiza o seu discurso sobre recusa a pedido de ajuda

Share

Diversas vezes o Primeiro-Ministro da Espanha, Mariano Rajoy, declarou* que a Espanha não necessitaria solicitar um resgate à “União Europeia” (UE) ou ao “Fundo Monetário Internacional” (FMI) para conter a crise que abala o país.

Ontem, dia 31 de outubro, o Premiê espanhol iniciou uma relativização de seu discurso ao declarar** que, se for necessário, pedirá ajuda ao “Banco Central Europeu” (BCE) reforçando que, para isso, necessitará do apoio unânime de todos os países da “União Europeia”.

 

Em discurso no Congresso, Rajoy também elogiou o programa de compra de dívida pública proposto pelo presidente do BCE, Mario Draghi, para socorrer os países em crise. O programa foi anunciado em setembro pelo BCE e obriga o país a fazer uma solicitação formal e a aceitar condições impostas em troca, como medidas mais profundas de austeridade, o que encontrava uma forte resistência do governo de Rajoy.

————————————

Fontes Consultadas:

* Ver:

http://www.prensa.com/uhora/economia/rajoy-reitera-que-no-pedira-ayuda-de-ue-hasta-conocer-condiciones/122369

** Ver:

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1178216-premie-diz-que-espanha-pedira-resgate-se-for-necessario.shtml

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.