LOADING

Type to search

Primeiro-Ministro português anuncia redução bilionária em gastos sociais para não recorrer novamente a UE e o FMI

Share

Na última segunda-feira, dia 29 de outubro, o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, anunciou que o país terá de cortar € 4 bilhões (R$ 10,5 bilhões) em benefícios sociais por ano para que o país não precise recorrer novamente à ajuda da “União Europeia” e do “FMI”. O Premiê destacou ainda que os cortes terão de ser permanentes, deixando implícito que não há perspectiva em curto e médio prazo de Portugal se recuperar da crise.

Em seu pronunciamento, Passos Coelho falou* sobre aumento de impostos e os cortes de gastos públicos que deverão ser realizados. As duas medidas estão sendo debatidas no “Plano de Orçamento” do país, até o momento sem consenso.

 

Os socialistas reagiram negativamente às notícias do corte adicional defendendo que, para ser implementado, seria necessário alterar a Constituição, pois, de acordo com ela, o Estado português é o responsável pelo bem-estar social, ou seja: os serviços de saúde, educação, transporte, entre outros, têm de ser prestados pelo Estado.

———————————————

Fontes Consultada:

* Ver:

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1177409-premie-portugues-anuncia-corte-bilionario-em-gastos-sociais.shtml

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!