LOADING

Type to search

Projeto “Cidades-Modelo” de Honduras causa polêmica no país

Share

O projeto “Cidades-Modelo” de Honduras está causando polêmica no país*. O Projeto prevê a construção de cidades privadas com leis, sistema fiscal, polícia e políticas de imigração próprios. Na última semana o assunto ganhou relevância, pois o Governo hondurenho deu sinal verde para a construção da primeira das “Cidades-Modelo”.  De acordo com nota oficial do “Congresso de Honduras”**, há três lugares possíveis para a construção das cidades: (1) a região do Valle de Sula; (2) a região adjacente a tudo o que é Puerto Castilla, como Sico-Paulaya ou o Valle de Agalta, e  (3) região do sul do país.

No dia 4 de setembro, a “Comissão para a Promoção de Alianças Público-Privadas” (Coalianza) firmou** um convênio com a empresa norte-americana MKG para a construção em Honduras da primeira “Rede Especial de Desenvolvimento”, o nome oficial das “Cidades-Modelo”.

Os críticos afirmam que o projeto estaria privatizando o território soberano do país e que as cidades-modelo, seriam um país dentro de outro. O Congresso ressaltou** que o Estado de Honduras continuará exercendo seu poder de soberania sobre as cidades-modelo, principalmente no que diz respeito à defesa e às relações exteriores.

—————————————————-

Fontes Consultadas:

* Ver:

http://www.bbc.co.uk/mundo/noticias/2012/09/120905_honduras_ciudades_modelo_privadas_yv.shtml

** Ver:

http://www.congresonacional.hn/index.php?option=com_content&view=article&id=561:coalianza-y-empresa-nkg-de-estados-unidos-firman-convenio-para-construir-primera-ciudad-modelo&catid=21:congreso

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!