LOADING

Type to search

[:pt]Pronunciamento sobre a seleção do CEIRI NEWSPAPER como semifinalista do Prêmio Brasil Criativo[:]

Share

[:pt]

Prezados amigos

Foi com grande honra que recebemos o comunicado de que estamos na semifinal do Prêmio Brasil Criativo, que tanto prestigia os empreendedores e inovadores no nosso país.

Por si, o anúncio já nos recompensa, pois, por meio dele, recebemos o reconhecimento de que o esforço destinado à criação e manutenção do CEIRI NEWSPAPER produziu o fruto desejado: um espaço livre, democrático, sem censuras, que consiga reunir analistas que se disponham a auxiliar no esclarecimento da sociedade, tratando de temas complexos com rigor científico e literário, bem como com respeito ao outro, especialmente se dele discordarmos, daí tanto cuidado com quaisquer afirmações.

O que fazemos é uma modalidade do inovador “Jornalismo de Contexto”. Nossa contribuição inventiva está no que chamamos de “Jornalismo Diplomático” e “Diplomacia Jornalística, pois nos dedicamos a produzir um ambiente em que os esclarecimentos são feitos, sem mascaramentos, mas, em hipótese alguma com agressões e sempre respeitando à dignidade de quaisquer pessoas envolvidas nos fatos que estamos analisando. Mesmo no caso possível daquelas personalidades que, da perspectiva de alguém, possam ser merecedoras de reprimendas. No nosso entendimento, bastará o esclarecimento da realidade para que esta personagem seja observada em seu devido lugar e caberá a quem lhe observa fazer os julgamentos e de acordo com a sua época.

Isso é o respeito pela crença de que há princípios sagrados que tanto nós como a sociedade detêm, ressaltando-se que, dentre eles, estão a liberdade de opinião e o respeito pela dignidade humana. Ademais, temos como importante reconhecer que as ações de uma personagem convivem, ao longo da história, com o espírito de uma época e com o espírito de um povo, que produzem elementos para uma observação individual e para gerar uma específica avaliação. A nossa contribuição está em pautar o raciocínio pela verdade que se busca. Por isso, o trabalho se concentra em descrever a realidade, interpretá-la de forma fundamentada e convidar para o diálogo, porém, não, em julgá-la.

Na nossa concepção, o “Jornalismo Diplomático”, a primeira contribuição que damos para o “Jornalismo de Contexto”, tem como função esclarecer, explicar e, no próprio movimento do argumento apresentado no artigo, criar meios de não fechar as portas para outras percepções. Ao leitor cabe observar, entender, pesquisar – a partir de seu próprio universo –, alavancando uma avaliação sobre a realidade que foi exposta no jornal.

O “Jornalismo Diplomático” se ancora na linguagem e no comportamento do articulista, que deve reconhecer a existência da alteridade e respeitar a interlocução, preservando integramente sua perspectiva individual e crítica apresentada, já que temos como norteador da nossa conduta como jornal que os direitos autorias e percepções individuais dos colaboradores devem ser resguardados, pois são esses alguns dos elementos que possibilitam a inovação em qualquer sociedade. A grandeza artística e intelectual de cada colaborador está em fazer essa composição literária e interpretativa com seu talento individual, ancorado no nosso suporte editorial para realizar tal semeadura.

Da mesma forma, nosso estilo tem permitido a “Diplomacia Jornalística”, pois acreditamos que por meio de um texto esclarecedor e respeitoso o articulista convida para a interlocução quem quiser abordar um tema, sem personalizar o argumento, ou seja, trazendo os pontos sobre um fato que podem permitir o diálogo e buscar a convergência entre os observadores, criando pontes, e, por isso, sendo um convite às aproximações e parcerias, uma vez que se adota honestidade intelectual como procedimento, algo que definimos como “o comportamento pelo qual quem debate não busca a derrota do interlocutor, fazendo qualquer coisa para isso, mas busca a produção coletiva do esclarecimento sobre um fato e acontecimento”. Acreditamos que o que se produz é um exercício de cooperação, daí ser uma “Diplomacia Jornalística”.

A honra cabe a todos os Colaboradores Voluntários do jornal, pois, foi no entendimento destes princípios que eles, coletivamente, permitiram regar esta árvore, cujos frutos estão florescendo.

Um fraterno e cordial abraço a todos, e um sincero muito obrigado.  

Conselho Editorial do CEIRI NEWSPAPER

[:]

Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

2 Comments

  1. sotolepe 4 de dezembro de 2016

    Nota 10 e muito sucesso caro Marcelo Suano.
    dlsotolepe

    Responder
    1. Muito Obrigado pela gentileza.
      O sucesso é de todos que se dedicaram e se dedicam a esta empreitada.
      Um grande e cordial abraço

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!