LOADING

Type to search

Share

Na última semana, foi definido mais um nome para concorrer nas primárias do Partido Democrata. Após Hillary Rodham Clinton ser a primeira a confirmar sua candidatura na disputa interna, o Senador pelo Estado de Vermont, Bernie Sanders, admitiu seu ingresso nas primárias do partido que busca um nome de consenso dentre seus delegados para disputar o sufrágio de 2016.

Bernie Sanders, de 73 anos, nascido no Brooklyn, filho de imigrantes, de classe trabalhadora, ativista dos Direitos Civis quando universitário pela Chicago University, fez toda sua carreira política no estado de Vermont, um pequeno pedaço de terra que faz divisa com Nova Iorque, New Hampshire e Massachussets. Sua história começou em Burlington, onde serviu como prefeito durante dois mandatos. Como congressista, foi eleito para a Câmara dos Representantes em 1990 e ganhou a eleição para Senado em 2006, onde faz parte do Comitê de Orçamento.

No plano estatístico e histórico do Congresso NorteAmericano, o senador Sanders, descrito por ele próprio como “Socialista democrata”, é o congressista independente mais antigo na história do Parlamento e, se eleito, seria o Presidente mais velho da história, assim como o primeiro judeu a comandar a nação mais poderosa do vigente sistema internacional.

Nas votações do Senado, Sanders sempre alinhou sua estratégia política com os democratas, mas até o presente momento não admitia entrar nas fileiras do partido por considerá-lo a direita de sua ideologia. Entretanto sua participação nas primárias democratas consolida uma tentativa de estratégia que lhe permitiria um pouco mais de visibilidade na campanha e angariar algum fundo com potenciais financiadores.

No plano das propostas políticas, o senador dá indícios de estruturar sua campanha em demandas para a classe média, focando esforços, por exemplo, contra a disparidade de renda, nas questões envoltas as alterações climáticas e na reforma bancária, como pilares de sua plataforma, que, por conseguinte, resultariam em grande popularidade entre os correligionários progressistas.

Apesar de sua capacidade de angariar fundos para campanha não ter a mesma eficiência de Hillary Clinton, seu diálogo de fácil compreensão, focado no norte-americano médio e em temas sociais e econômicos tende a colocar pressão na ex-secretária de Estado, que eventualmente poderá adotar um discurso mais à esquerda para evitar surpresas ao longo das primárias.

Concomitantemente ao já exposto, Sanders ainda possui uma posição forte sobre casamento do mesmo sexo, liberdades civis e planos alinhados ao conceito de soft power para a diplomacia. Em 2010, votou contra o seguro-desemprego e o “job creation act”, falando e justificando na ocasião por mais de 8 horas sobre a sua objeção acerca da extensão de cortes de impostos para rendimentos acima de US$ 250 mil.

Mais recentemente, mostrou-se contrário ao projeto de fomento do bloco de integração, Parceria TransPacífico (TPP, na sigla em inglês) sob a justificativa de que as corporações que operam nos território dos Estados Unidos não podem abrigar o dinheiro no exterior, de acordo com sua interpretação sobre a Parceria de que as regras fiscais não beneficiam a cadeia produtiva norte-americana.

Paras as primárias democratas ainda especula-se a entrada de Martin OMalley, exgovernador de Maryland; de Jim Webb, exsenador pelo Estado da Virgínia e de Lincoln Chafee, exgovernador de Rhode Island.

————————————————————————————-

Imagem (Fonte):

https://a.abcnews.com/images/Health/abc_bernie_sanders_generic_drugs_mt_141121_16x9_992.jpg

————————————————————————————-

Fontes Consultadas:

Ver:

http://www.politico.com/p/pages/2016-elections?ml=na

Ver:

http://www.politico.com/p/pages/2016-elections?ml=na

Ver:

http://www.politico.com/story/2015/04/bernie-sanders-progressives-hillary-clinton-117511.html?hp=rc2_4

Ver:

http://www.theguardian.com/us-news/2015/apr/28/bernie-sanders-2016-campaign-democrat

Ver:

http://edition.cnn.com/2015/04/29/politics/bernie-sanders-announces-presidential-run/

Ver:

http://www.npr.org/blogs/itsallpolitics/2015/04/29/399818581/5-things-you-should-know-about-bernie-sanders

Victor José Portella Checchia - Colaborador Voluntário

Bacharel em Relações Internacionais (2009) pela Faculdades de Campinas (FACAMP), Especialista em Direito Internacional pela Escola Paulista de Direito (EPD) e Especialista em Política Internacional pelo CEIRI (Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais). Atuou em duas grandes multinacionais do setor de tecnologia e na área de Cooperação Internacional na Prefeitura Municipal de Campinas com captação de recursos externos, desenvolvimento de projetos na área econômica e comercial e buscando oportunidades de negócios para o município. Atualmente é Consultor de Novos Negócios na Avanth International em Campinas/SP. Escreve semanalmente sobre América do Norte com foco nos Estados Unidos.

  • 1

Deixe uma resposta