LOADING

Type to search

[:pt]Redes de empreendedorismo e impacto social na China[:]

Share

[:pt]

Cresce na China a tendência de organizações que procuram aliar a sua atividade econômica (core business) com projetos que produzam impacto social e melhoria das condições ambientais no meio onde estejam inseridas. Colocado de uma forma simples, o empreendedorismo social consiste no uso de atividades comerciais para atingir objetivos sociais. Parte-se do princípio de que não cabe apenas aos governos o desafio de lutar por maior igualdade e melhores condições de vida para as camadas populacionais mais desfavorecidas.

As Organizações Não Governamentais (ONGs) têm conduzido uma atuação mais duradoura neste sentido. Mais recentemente, as empresas privadas vêm se engajando neste segmento, seja de forma ativa, através da condução de projetos próprios, ou de forma passiva, através do financiamento de projetos conduzidos por outras instituições.

O Instituto de Assuntos Públicos e Ambientais é uma organização sem fins lucrativos que monitora os níveis de poluição de empresas instaladas na China e disponibiliza uma base de dados pública, contendo mapas interativos que ilustram a emissão de poluentes. Estima-se que, em seus dez anos de existência, a organização tenha contribuído para alterar as práticas de cerca de 1.800 empresas, através do estímulo à regulação e à maior transparência nos processos industriais.

Outro caso de sucesso consiste no Fundo de Seguros Sociais para Crianças, criada por Elaine Huang, cuja atuação focou na criação de pacotes de seguro de saúde de baixo custo para crianças de áreas rurais na China. Problemas burocráticos muitas vezes impediam que os recursos estatais chegassem à população alvo em tempo de conduzir os tratamentos de saúde necessários. A empresa recorreu ao meio digital para o levantamento de fundos para a sua atuação, tendo recebido, entre outras fontes, recursos de grandes empresas como o Alibaba. Através desta iniciativa foi possível distribuir pacotes de seguros de saúde para 1,3 milhão de crianças carentes destes serviços.

A variedade de iniciativas de impacto social permeia as mais variadas áreas. O terceiro caso apresentado é o da Fundação de Microfinanciamento para o Alívio da Pobreza, cuja atuação já forneceu cerca de 4 milhões de remninbi para financiar cerca de 500.000 agricultores, beneficiando de forma indireta cerca de 1,5 milhão de pessoas. Esta organização tem um perfil interessante, pois combina as práticas de financiamento de base, com recursos de grandes instituições, como o Banco de Desenvolvimento da China. O foco desta fundação consiste no financiamento de agricultura sustentável para populações de risco, localizadas em áreas rurais.

O perfil dos atores de empreendedorismo social na China são pequenas empresas, tendo em sua maioria entre cinco a sete anos de existência, evidenciando o caráter inovador deste segmento. A formação de redes de cooperação, combinando a atuação de empresas, de ONGs e de instituições governamentais, potencializa o alcance e a profundidade do impacto destas iniciativas. O maior desafio destas redes persiste no levantamento de recursos para o financiamento dos projetos, sendo que o uso de meios digitais, como o crowdfunding, poderia ser uma solução a ser integrada pelo setor. 

———————————————————————————————–                    

ImagemSocial Network Analysis Visualization” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/9/9b/Social_Network_Analysis_Visualization.png

[:]

Ricardo Kotz - Colaborador Voluntário

Mestrando no programa de Pós Graduação em Relações Internacionais pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), atuando na linha de Economia Política Internacional. Possui especialização em Estratégia e Relações Internacionais Contemporâneas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Graduado em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Agente consular junto ao Consulado Honorário da França em Porto Alegre, atuando paralelamente no escritório RGF Propriedade Intelectual, no período de 2013-2015.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!