LOADING

Type to search

A Rússia e os negócios com o Extremo Oriente

Share

A relação russo-chinesa nos negócios continua avançando em grande escala, tendo especial participação nesse relacionamento as transações de empresas russas com o Extremo Oriente. Informações recentes, do Instituto de desenvolvimento Russo com o Extremo Oriente, indicam que, só a China, tem participação de 75% em mais de 31 acordos com corporações russas, sendo, na totalidade, um valor em torno de 2,6 bilhões de dólares.

A China tem sido a principal investidora na Federação Russa, pois, desde que os incidentes diplomáticos com a Ucrânia tomaram conta da agenda de política externa entre a Rússia e o Ocidente, o Extremo Oriente tornou-se o principal foco de captação de investimentos, permitindo um novo caminho para Moscou. Tal situação não ocorria devido ao comprometimento e a busca de investimentos ocidentais.

É possível identificar que a crise diplomática russo-ocidental permitirá que a Rússia explore a sua capacidade de negociação com o Extremo Oriente, com o Oriente Médio e, também, em outras formas e condições, com o Ocidente. Observa-se que, uma vez ocorrendo o restabelecimento das relações comerciais normais com os ocidentais, será possível dizer que a Rússia mostrar-se-á como o país com o maior poder de presença transcontinental no mundo dos negócios, bastando, para tanto, continuar a explorar sua vantagem geográfica, tal qual vem fazendo neste momento, e instigando investidores com suas feiras internacionais.

———————————————————————————————–

Imagem (Fonte):

https://minvostokrazvitia.ru/upload/iblock/47d/3.jpg

Daniel Costa Sampaio - Colaborador Voluntário Júnior

Pósgraduado em Ciência Política (IUPERJ) e Bacharel em Relações Internacionais (UCAM). Experiência profissional em Representação Comercial e atualmente Gerente de Projetos e Novos Negócios na Prefeitura do Rio de Janeiro. No CEIRI Newspaper escreve no grupo Europa desde março de 2013, em que desenvolve publicações com ênfase na Política Externa Russa.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!