LOADING

Type to search

Síria: Avanços militares sobre a cidade de Deir Az Zor

Share

Os combatentes sírios da Força Democrática Síria (SDF) capturaram um dos maiores campos de gás natural que pertencia ao Estado Islâmico (ISIS), localizado ao leste da fronteira com o Iraque. A operação foi um êxito na corrida contra as forças do governo sírio de Bashar al-Assad para retomar a região rica em recursos energéticos naturais.

Mapa do Conflito na Síria

As informações vieram diretamente de oficiais do grupo. Nasser Haj Mansour informou que o campo e a planta de produção de gás natural de Conoco estão sob total controle do Grupo combatente. A conquista ocorreu no sábado (23 de setembro de 2017), após dias de confronto armado com o Estado islâmico. Além disso, foi informado que as forças curdas e árabes conquistaram o campo de al-Izba, outra fonte de recursos do ISIS.

A planta industrial de Conoco tinha a maior capacidade de produção na Síria, antes do conflito se instaurar no país. O general Talal Sillo, do SDF, afirmou que o confronto para retomada do local deixou 65 combatentes do ISIS mortos, enquanto outros 100 se renderam. O General relembrou ainda que o Estado Islâmico controlava a planta de produção desde 2014.

De acordo com informações do Observatório Sírio de Direitos Humanos, sediado no Reino Unido, os combatentes da SDF, mesmo com o apoio militar e logístico dos EUA, ainda não tomaram o controle total da província de Deir Az Zor. Entretanto, a luta pela região ainda continua, principalmente após as contraofensivas do ISIS para tentar frear os avanços das forças democráticas sírias.

Ao mesmo passo em que o SDF avança pela porção leste do rio Eufrates, as tropas do Governo sírio ganham espaço do lado oeste, com a ajuda de ataques aéreos russos na área. A província de Deir Az Zor é muito rica em gás natural e petróleo, o que faz com que todos os participantes do conflito tenham interesse pelo controle da região. Inclusive, o próximo ponto de confronto será o campo de al-Omar, o maior da Síria, que se situa ao leste do Eufrates.

A disputa por recursos será acirrada pela necessidade de reconstrução país após o encerramento do conflito. Por esse motivo, em uma ocasião única, líderes militares da Rússia e dos EUA se encontraram em um local próximo à Síria para discutir a possibilidade do aumento de tensões.

———————————————————————————————–                    

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Bandeira das Forças Democráticas da Síria” (Fonte):

https://en.wikipedia.org/wiki/Syrian_Democratic_Forces#/media/File:Flag_of_Syrian_Democratic_Forces.svg

Imagem 2 “Mapa do Conflito na Síria” (Fonte):

http://www.aljazeera.com/news/2017/09/syria-sdf-conoco-gas-field-isil-170923145043971.html

Gabriel Mota - Colaborador Voluntário

Gabriel Mota Silveira é formado em Relações Internacionais. É mestrando do programa de pós-graduação em Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PPGRI/PUC-MG), com linha de pesquisa em Insituições, Conflitos e Negociações Internacionais. É pós-graduado em Relações Governamentais e Políticas Públicas pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), e discente associado ao Centro Brasileiro de Estudos Constitucionais do Instituto CEUB de Pesquisa e Desenvolvimento (CBEC-ICPD). Entusiasta do estudo do Terrorismo Transnacional e Insituições Internacionais. Já prestou serviço ao Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, trabalhou na Embaixada do Reino Unido em Brasília e no Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Atua hoje junto à Assessoria de Relações Internacionais da Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!