LOADING

Type to search

Taiwan apresenta ótimas expectativas de trabalho na Ásia

Share

Desde a crise financeira internacional em 2008, muitos países não conseguiram estabilizar suas economias, suas finanças e adotar políticas públicas que gerassem e mantivessem o “pleno emprego”. Segundo uma pesquisa da empresa “Manpower”, especializada em recursos humanos, o Brasil e Taiwan não sentiram os grandes impactos da crise.

 

A pesquisa divulgada no dia 13 de setembro serviu como fonte para importantes mídias locais da ilha de Formosa. O destaque foi para o número de contratações realizados na Ásia e em outros países do globo, mostrando que Taiwan teve crescimento no emprego, apresentando 37% no aumento de contratações e superando a média do continente asiático e a média mundial. De acordo com os dados divulgados, seu índice foi superado apenas pelo Brasil.

Um dos principais motivos para esses resultados positivos foi o aquecimento de setores como mineração e transportes, que movimentam grande parte do mercado de trabalho em inúmeras nações. Para a gerente da “Manpower” de Taiwan, Terence Liu, o otimismo no mercado de trabalho continuará intenso “porque no próximo semestre continuará o impulso criado pelas iniciativas do governo na construção de obras públicas”. Acrescenta que isso também se dará no setor de transportes, no qual se espera o desenvolvimento das empresas públicas e privadas operadoras de transportes civis e comerciais entre a ilha e a China continental.

De acordo ainda com a  pesquisa, “parece que o transporte externo diminuiu, mas a demanda de compras pela Internet e as trocas com a China continental tem aumentado, em comparação com as outras economias da região. A procura interna (nos dois lados do estreito de Taiwan) foi fundamental para apresentar melhores resultados no quarto trimestre”.No ranking divulgado o Brasil aparece como primeiro colocado, apresentando 38% das expectativas líquidas de emprego. Taiwan tem 37%; Singapura, 30%; a Índia, também 30%; o Panamá, 26% e a Nova Zelândia mostra 23 %. Os piores resultados foram para a Grécia, com índice negativo (-13%); a Itália (-11%); a Eslovênia (-2%) e a Espanha (-2%).

————————-

Fontes:

Ver: ManpowerPesquisa de expectativa de emprego 2011

http://www.manpower.com.br/

Ver: “Rádio internacional de Taiwan” / versão em espanhol

http://spanish.rti.org.tw/Content/GetSingleNews.aspx?ContentID=132578

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!