LOADING

Type to search

Técnicos chineses contribuem com melhorias na agricultura de Moçambique.

Share

A presença chinesa no continente asiático está cada vez mais fortalecida. O gigante asiático já havia enviado técnicos chineses especializados em agricultura para contribuir no desenvolvimento de economias rurais no continente africano, dando ênfase à região de Gaza, em Moçambique.

 

Nos próximos três anos, os técnicos chineses e um grupo de moçambicanos do “Centro de Investigação e Transferência de Tecnologias Agrária do Umbeluzi” trabalharão para o aperfeiçoamento das técnicas utilizadas na agricultura local. Desde o ano de 2010 está atuando ativamente no desenvolvimento da produção de arroz, milho entre outros elementos da agricultura local. Sendo assim, o Governo chinês também contribuiu para o desenvolvimento do Órgão africano.

Para manter fortes laços com Moçambique, os chineses estão financiando os técnicos durante todo o tempo de hospedagem no país. Além disso, o intercâmbio técnico-profissional da área agrícola será intensificado. As ações chinesas estão sendo “acolhidas” positivamente pelo governo local, pois eles não tem recursos financeiros para o desenvolvimento próprio de algumas áreas agro-econômicas sem recorrer à “Cooperação Internacional”.

———————-

Fonte:

http://www.macauhub.com.mo/pt/2012/04/05/tecnicos-chineses-vao-apoiar-melhoria-da-produtividade-agricola-em-mocambique/

Arquivo Macau Hub” (inglês e português)

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!