LOADING

Type to search

TIM recusa fusão com Oi e Letter One desiste do negócio

Share

Na semana passada, o fundo internacional russo Letter One anunciou que desistirá de investir o que havia sido negociado com a Oi, uma vez que uma das exigências fundamentais para tal, a fusão com a TIM, não irá ocorrer, por determinação do Conselho Executivo da TIM. No final do segundo semestre de 2015 (em 23 de outubro), a Oi assinou o contrato com o Letter One para receber US$ 4 bilhões, condicionados à fusão com a sua rival TIM.

O desinteresse por parte da TIM, controlada pela Telecom Itália, ainda é um mistério para a própria Oi, o que levanta dúvidas para analistas de mercado, indagando se foram apenas os receios da fragilidade econômica da própria empresa, ou se isso está somado à situação econômica no Brasil, levando-se em consideração que são serviços que atendem a um público, o qual, neste momento, encontra-se depauperado pela crise que passa a economia e a política brasileira, podendo perdurar ao longo do processo de recuperação que a Oi esperava ocorrer com a fusão planejada com a TIM.

O fundo russo Letter One é conhecido internacionalmente por seus investimentos em setores tecnológicos. Recentemente, embarcou em um projeto com a polêmica empresa UBER, realizando um investimento estratégico de US$ 200 milhões, sobre o qual o gerente de parcerias, Alexey Reznikovich, comenta: “A digitalização está criando oportunidades globais para novos negócios digitais, que podem fornecer formas inovadoras de serviços direcionadas para o cliente, para as empresas e para muitos setores poderem se reinventar”.

———————————————————————————————–

Imagem (Fonte):                                                                                                                       

http://www.letterone.com/~/media/images/our-business/technology_services_banner_810x400.jpg?h=400&la=en&w=810&hash=517B7D8ECC7F707FFEFBBF9FF453B2B2A7EFE1DB

Daniel Costa Sampaio - Colaborador Voluntário Júnior

Pósgraduado em Ciência Política (IUPERJ) e Bacharel em Relações Internacionais (UCAM). Experiência profissional em Representação Comercial e atualmente Gerente de Projetos e Novos Negócios na Prefeitura do Rio de Janeiro. No CEIRI Newspaper escreve no grupo Europa desde março de 2013, em que desenvolve publicações com ênfase na Política Externa Russa.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.