LOADING

Type to search

Timor-Leste atrai interesses das grandes nações Asiáticas

Share

Os campos para exploração de petróleo no Timor-Leste estão atraindo interessados da China, do Japão e da Coréia do Sul para investirem na exploração de Petróleo e Gás.

 

Já há alguns contatos iniciais, não só com companhias chinesas, como com companhias sul-coreanas e o Japão também está interessado”*, disse o ministro timorense da “Economia e Desenvolvimento”, João Gonçalves, em entrevista a “Macauhub”.

O país ainda não assinou Acordos com nenhum país ou empresas para explorar essas fontes de energia no mar territorial do Timor-Leste, porém, ele tem fortes laços com a China que pode ser um ponto diferencial em momentos de decisão.

Em junho deste ano, o primeiro-ministro chines, Wen Jiabao, esteve em contato com autoridades timorenses, além do próprio Gonçalves e assinou “Acordos de CooperaçãoChina – Timo-Leste’”.

Na ocasião, Beijing havia firmado um Acordo de ajuda aos países de língua portuguesa, incluindo o Timor, que se beneficiou com um auxílio na obtenção de crédito, investimentos chineses em obras de infra estrutura e facilidades nas transações comerciais, resultando em um crescimento de 80% do comércio entre os dois países, comparando aos anos de 2010 e 2009.

————————–

Fonte: “Macau Hub

http://www.macauhub.com.mo/pt/2011/10/21/empresas-da-china-japao-e-coreia-do-sul-interessadas-na-exploracao-de-petroleo-e-gas-em-timor-leste/

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.