LOADING

Type to search

Turquia inaugura na África sua maior base militar no exterior

Share

Foi inaugurada no último sábado, dia 30 de setembro, a maior base militar da Turquia fora de seu próprio território. A instalação está localizada em Mogadíscio, capital da Somália, ocupando um terreno de mais de quatro quilômetros quadrados. Foram necessários dois anos para a construção ser finalizada, com investimento total de US$ 50 milhões.

Encontro entre o Presidente turco, Erdogan, e o Primeiro-Ministro somali, Ali Khayre, em setembro de 2017

A nova base tem o propósito oficial de ser um centro de formação militar. Espera-se que a partir de agora mais de 10.000 soldados somalis passem a ser treinados por oficiais turcos. Em discurso na cerimônia de inauguração, o Primeiro-Ministro da Somália, Hassan Ali Khayre, disse que “esta academia faz parte do nosso compromisso de reconstruir nosso exército”. Já Hulusi Akar, Chefe do Estado-Maior da Turquia, afirmou que seu país “irá fornecer todo o apoio necessário aos nossos irmãos na Somália”.

Os laços entre os dois países vêm se estreitando nos últimos anos. O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, já realizou duas visitas oficiais nesta década e seu Governo vem investindo na construção de escolas, hospitais e projetos de infraestrutura de transportes na Somália. Ancara ainda contribui com ajuda humanitária destinada às vítimas da guerra civil, que assola a república africana por mais de três décadas. Em contrapartida, a Turquia vem auferindo ganhos no campo comercial. As exportações turcas, que somavam apenas US$ 5,1 milhões em 2010, atingiram US$ 123 milhões em 2016.

A Turquia já contava com outra instalação militar no exterior. Trata-se de uma base no Catar, inaugurada em 2015, e com capacidade para 3.000 soldados. Durante a crise do Golfo, em junho de 2017, a presença turca serviu como elemento dissuasório para ações contra o país árabe. Agora eles passam a ocupar outra região geograficamente estratégica, o Chifre da África, que se debruça sobre a principal rota marítima que liga a Europa ao Oceano Índico. Dessa forma, Ancara procura expandir o alcance de suas Forças Armadas para além de suas fronteiras e, por consequência, aumentar sua influência política no sistema internacional.

———————————————————————————————–                    

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Embaixada turca em Mogadíscio” (Fonte):

https://en.wikipedia.org/wiki/Mogadishu#/media/File:Mogturkemb.jpg

Imagem 2 Encontro entre o Presidente turco, Erdogan, e o PrimeiroMinistro somali, Ali Khayre, em setembro de 2017” (Fonte):

https://www.tccb.gov.tr/en/news/542/83567/cumhurbaskani-erdogan-somali-basbakani-hayriyi-kabul-etti.html

Rodrigo Monteiro de Carvalho - Colaborador Voluntário

Mestrando no programa de Pós Graduação em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e graduado em História também pela UFRJ. Atua na área de Política Internacional, formação de alianças e segurança regional. Desenvolve pesquisas com enfoque específico no estudo dos países do Cáucaso do Sul, Eurásia e espaço pós-soviético. É membro do Grupo de Pesquisas de Política Internacional (GPPI/UFRJ) e do Laboratório de Estudos dos Países do Cáucaso (LEPCáucaso).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!