LOADING

Type to search

Share

De acordo com informações citadas pelo jornal “Folha de São Paulo”*, a “Vale” enviou até o momento aproximadamente 300 mil toneladas de “pelotas de minério de ferro” para grandes siderúrgicas indianas.

Segundo a fonte, as exportações foram feitas a partir das operações da Vale em Omã e no Brasil. O Centro de Omã foi estabelecido em maio de 2011 e tinha como foco inicial abastecer principalmente siderúrgicas no “Oriente Médio”, mas a boa localização facilitou a penetração no mercado indiano.

 

A companhia investiu US$ 300 milhões (R$ 530 milhões) para a montagem do Centro e ainda contou com um Porto no local já adaptado às necessidades da empresa. Em contínua expansão, a “Vale” planeja montar um “Centro de Distribuição” na Malásia com o objetivo de atender às demandas chinesa e indiana.

—————————————- 

Fonte Consultada:

* Ver:

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1115426-vale-exporta-300-mil-toneladas-de-ferro-a-india-no-primeiro-semestre.shtml

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.