LOADING

Type to search

Xi Jinping reitera liderança do Partido Comunista Chinês sobre as Forças Armadas

Share

Durante parada militar em homenagem ao 90º aniversário de fundação do Exército de Libertação Popular, realizada no dia 30 de julho de 2017, o Presidente da China, Xi Jinping, reiterou a predominância do Partido Comunista Chinês (PCC) sobre as forças armadas do país. De acordo com a agência de notícias oficial do Governo chinês, após ser saudado por cerca de 12 mil soldados ao coro de “servir o povo! Seguir o partido! Lutar para vencer, Xi Jinping afirmou quepara construirmos forças armadas fortes, nós devemos assegurar que o exército do povo sempre siga a liderança absoluta do Partido”. 

O Presidente da China, Xi Jinping

Analistas apontam que desde que assumiu o poder, Xi Jinping, que também é Secretário-Geral do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCC) e presidente da Comissão Militar Central, está promovendo uma série de reformas objetivando assegurar o controle do PCC sobre as Forças Armadas, bem como consolidar sua própria autoridade enquanto líder máximo do país. Segundo Deng Yuwen, professor de Relações Internacionais da Universidade de Nottingham, “o significado foi demonstrar que Xi Jinping possui firme controle sobre os militares e ninguém deve manter ilusões de ser capaz de desafiá-lo”. 

Além de reiterar a liderança do PCC sobre as Forças Armadas, a semana de comemorações do Dia do Exército também serviram como demonstração de força para a comunidade internacional. Foram apresentados novos equipamentos militares como o míssil balístico intercontinental DF-1AG, o míssil antiaéreo HQ-22 e a aeronave de guerra Chengdu J-20. Nesse sentido, em cerimônia realizada em Beijing no dia 1o de agosto, Xi Jinping afirmou: “o povo chinês ama a paz. Nós nunca buscaremos agressão ou expansão, mas temos a confiança de poder derrotar qualquer invasão. Nunca permitiremos que qualquer povo, organização ou partido político divida o território da China”.

Desse modo, percebe-se que o atual Presidente chinês consolida sua liderança na política doméstica poucos meses antes da realização do 19º Congresso do Partido Comunista Chinês. Embora a data de tal encontro ainda não tenha sido divulgada, ele deverá acontecer ainda em 2017. Nessa perspectiva, a tendência é que Xi Jinping seja nomeado para permanecer como Chefe de Estado da República Popular da China pelos próximos cinco anos.

———————————————————————————————–                    

Fontes das Imagens:

Imagem 1Forças Armadas chinesas durante parada militar” (Fonte):

https://en.wikipedia.org/wiki/People%27s_Liberation_Army#/media/File

Imagem 2O Presidente da China, Xi Jinping” (Fonte):

https://c1.staticflickr.com/6/5557/14600932347_3cb8e9cdae_b.jpg

Pedro Brancher - Colaborador Voluntário

Doutorando em Ciência Política pela Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Mestre em Estudos Estratégicos Internacionais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Pesquisa nas áreas de Segurança Internacional, Economia Política Internacional e Política Externa Brasileira. Como colaborador do CEIRI Newspaper escreve sobre Ásia, especialmente sobre China, país em que residiu durante um ano e que é seu objeto de estudo desde 2013.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!